sexta-feira, 8 de maio de 2015

E assim um mix de coisas

Ora bem, vejamos assim umas coisas soltas:

- No outro dia o M. dizia-me: mamã, vamos dizer palavras começadas por "O". Porque será que a primeira palavra que me apareceu no pensamento foi "otite"?!...

- Estou pró em antibióticos... Até um tal de Ceclor já foi dado por aqui (coisa que não aconteceu com o M.). O 7º mês do P. vai ser passado por inteiro a tomar antibióticos. Tomou o seu primeiro aos 6 meses. Fez 7 e tomou logo outro que não fez grande efeito e volta a tomar outro quase seguido. Iupiiii.... (quem sai aos seus não degenera né? neste caso sai ao irmão)

- Estou loira. Depois de uma ida normal ao cabeleireiro para fazer umas madeixas mais claras, eis que a senhora (não sei por alma de quem) erra na cor ou no tempo a mais - nunca percebi bem o que aconteceu - e foi a primeira vez que ao me tirarem a toalha da cabeça disse: "mas isto não é normal... isto não pode ficar assim!!!!!!". E tinha o cabelo quase branco de tão loiro... E mesmo assim apressaram-se a dar-lhe um banho de cor mais escura. E mesmo assim, apesar de ter escurecido um poucochinho, ficou... loiro na mesma. Tenho madeixas tão fininhas e tantas que no geral é como se estivesse loira. Ainda não me habituei. Andava com o cabelo demasiado escuro e foi um choque. Mas decidi que vou aguentar a cor mais uns tempos, só pela experiência. Até pode ser que goste. Depois qualquer dia arrisco à séria e fico ruiva! yeahhh

- O M. tem uma nova namorada. Mas desta vez é "à séria" (a expressão favorita dele). A anterior desconfio que nem sabia que era namorada dele (e era de outra turma). Mas esta, a C., é uma fofa de quem ele fala constantemente. Andam de mãos dadas na fila para a sala deles, brincam imenso, e ambos decidiram que são namorados. Mas ela já disse que na escola não se podem dar beijinhos na boca (lol)... medo... Ainda bem que por agora não se podem encontrar sozinhos em mais lado nenhum... O M. até já me perguntou se quando eles se casarem também podem ter um bolo com umas "estátuas".

.............. (fui ali rebolar-me a rir e já voltei)...................

Quem diria que eu seria destronada tão rapidamente?
Quer dizer, bem sei que um dia serei apenas a mãe e não a mulher da vida dos meus filhos. Mas caramba... ainda nem fez 5 anos e já anda nisto?... Ai. Mau, mau maria!

- Acho o M. um génio do desenho. Caramba, que atenção ao pormenor. Já me desenhou a Maléfica e tudo. E o melhor é que se vê logo quem é!!! O meu filho é um génio!!!

- O P. é que anda com um bom andamento, anda. Tem 7 meses e já põe o irmão a chorar ao puxar-lhe os cabelos. Chorar é um exagero claro. Mas se isto é assim agora, nem sei como vai ser daqui a uns tempos. Mas bolas... o rapazito é um bruto, já ficou várias vezes com tufos de cabelo meu nas mãos. E aqui há dias ia-me cegando com as suas unhacas afiadas. Pensei que ia ficar sem um olho. No dia a seguir tinha uma pequena crosta por baixo do olho :O
O que vale é que faz o mesmo a ele próprio... volta e meia é uma versão infantil do Scarface. Faz aos outros aquilo que fazes a ti próprio :)

- Ando furiosa e com pensamentos bem maquiavélicos em relação aos pilotos da TAP. Aqui entre nós que ninguém nos ouve - era fuzilá-los a todos (os que fazem a greve claro). Ainda têm a lata de vir dizer que estão a defender os direitos dos trabalhadores da empresa. Naquelas mentes gananciosas e oportunistas devem achar que são os únicos trabalhadores. Só pode. Se afundarem a empresa e, por consequência a minha família, depois quero ver onde anda a solidariedade entre "colegas". Se calhar vou pedir-lhes mensalmente o salário que o sindicato lhes dá mesmo nos dias em que fazem greve.

- Depois de 2 semanas a penar com uma dor de dentes que não se percebia de onde vinha, lá me esburacaram um dente. Hummm como eu gosto de agulhas na gengiva e brocas nos dentes. Maravilha! Depois, ainda mal conseguia falar, fui a uma loja onde tinha de trocar uma prenda. A certa altura a empregada comenta para a outra: Olha lá, tu foste ao dentista? cheira a dentista!
A outra: não fui não.
A primeira: epa... é que parece mesmo, cheira imenso!
Eu: bom... eu fui. Saí de lá agora mesmo.
Nunca vi alguém a corar tanto e a desculpar-se tanto ahahahahaha Já percebi que para a próxima o melhor é ir logo para casa...

- Tenho uma amiga de longa data que está grávida. Ao fim de imenso tempo a tentar. Ao fim de muita muita vontade de ter um bebé. Ao fim de muito silêncio e distância sobre o problema de não estar a conseguir. Pois conseguiu!! e fiquei tão contente que até deitei uma lagrimita!
Se todas as minha amigas que andam a tentar ter filhos o conseguissem eu seria uma mulher infinitamente feliz.

- Estou pronta para começar a ter uma dieta mais saudável. Pronta para deixar de comer chocolates todos os dias. Pronta para fazer um esforço e comer fruta e verduras livres de químicos.

- Ainda me ando a perguntar se tenho coragem de no verão andar de biquini. Acho que sim. Vou ignorar a minha barriguinha. Quero lá saber. (pode ser que até lá melhore.)

- O M. está quase a fazer 5 anos. Eu nem acredito!! É um miúdo muito doce, giraço e espevitado que me diz coisas como "mamã linda" e "gosto de ti até ao fim do universo" e que está constantemente a fazer-me desenhos (bom... a mim e à sua amada professora). Ainda me espanto quando estou a falar com ele e o rapaz faz um raciocínio bem pensado sobre qualquer coisa. Como é que isto aconteceu? ainda agora era um bebé (como o P.) que não sabia de que terra era!

- O P. está um boneco lindo! Tem uns olhos grandes e fabulosos. Deve sair meio aloirado tal como o M. e está numa fase em que fica rabugento quando não consegue agarrar o brinquedo que quer. É bem disposto e sorridente, tem uma força do caneco (!), ainda não adora estar sentado mas lá se aguenta uns segundos. O sorriso dele quando o vou buscar à escola ilumina o meu dia. É tão fofo, mas tão fofo que só me apetece beijocá-lo a toda a hora (sorry M.).

Depois continuo isto. Ou não. Agora estou com sono e ainda não jantei.