terça-feira, 7 de julho de 2015

A vida é uma coisa curiosa

A vida é curiosa.

Para uns corre bem. Para outros nem por isso. É por fases. O curioso é que passe o que passar as vidas de todos continuam a andar, o mundo continua a girar.

Lá em casa temos estado todos de boa saúde. O T. andou aí uma semana com ar meio vampiresco (olhos raiados de sangue à conta de uma operação aos olhos) mas a coisa já está composta, o M. continua fresco e fofo, o P. está a ser benevolente e lá nos tem dado umas semanas sem qualquer doença (bater na madeira!!!). Está há 1 mês sem otites! iupiiii!! enquanto não voltam lá temos passeado e aproveitado o bom tempo.

Mas enquanto esta tem sido uma fase serena, por outro lado à minha volta tem sido só desgraças. Fico parva. A mãe de uma antiga amiga morreu (e custou-me estar há tantos anos sem a ver e de repente a razão do nosso reencontro era estarmos num velório...); a mulher de um colaborador meu morreu (o ar dele a falar do que tinha acontecido deixou-me no chão); um amigo descobriu que tem leucemia; um antigo colega meu e a mulher tiveram a notícia de que tinham de interromper a gravidez por más formações no feto; o pai da noiva de um casamento a que fui falece uma semana antes do dito. Opa...

Vou respirar fundo. Não vou deixar que estas coisas me afectem. Vou aproveitar a vida. Vou sorrir e amar os momentos em que entro na escola antiga do M., os seus antigos colegas me vêm e gritam: Olha a mãe do M.!!!! Olá! Olá!!
Vou gozar os momentos em que vou à nova escola do M. com o P. e somos rodeados por vários miúdos que querem dar festas no pequeno e saber o nome dele, e saber de quem sou mãe, e saber porque tenho um anel no dedo da mão esquerda, e mostrarem-me as feridas e arranhões.
Vou gozar os momentos em que conseguimos sair os quatro e sentarmo-nos a comer um gelado, os momentos em que os miúdos já se deitaram e estamos no relax.
Os amigos.
A família.

A vida é curiosa. E mais vale é aproveitá-la :)