domingo, 10 de fevereiro de 2013

Os dias sem o M.

É estranho... Quando estou com ele (e estou basicamente SEMPRE com ele) há momentos em que gostaria de ter uma pausa, descansar, fazer algo de "crescidos" que não envolva jogar à bola (ou seja basketball dado que o piqueno só grita cestoooooo!!!!), brincar com Legos, tocar guitarra e cantar, meter os peluches a dormir, fazer comida na cozinha de brincar, brincar com ferramentas, fingir que sou a paciente do Sr. M enquanto sou auscultada seriamente ou os ouvidos vistos, etc etc...
Há alturas em que no meio do caos e da brincadeira contínua, gostaria de mudar o lado do CD e fazer algo MEU, de adulto. Ou simplesmente não fazer nada e desfrutar.
Mas nos dias em que o M. não está comigo porque vai, por exemplo, brincar para casa dos avós... aí parece que já nem sou eu. Não sei descansar. Não sei bem o que fazer. Fico meio perdida. Enquanto vejo um filme e faço ronha no sofá ou enquanto arrumo a casa ou outra coisa do género, no fundo estou só a contar os minutos até ele chegar e eu dar um abracinho sentido ao meu piratinha doce.