terça-feira, 24 de abril de 2012

Don't leave me

É o que o M. parece agora gritar todos os dias de manhã, quando o deixo na creche. Venho sempre arrasada para o trabalho. Anda mais carente ultimamente. 
Em várias situações (não só na escola) entra em stress se pensa que me vou embora. Uma chatice. Anteontem vinha escrito no caderno da escola dele que ele tinha tido uma manhã mazinha porque tinha estado sempre a querer a chucha e colo.
Sinto-me a morrer com ele assim. Preferia bem mais quando me ia embora e ele já estava todo contente noutra. Assim deixa-me de rastos... 
Só me apetece chorar.